No momento você está vendo Muro externo do Mangal ganha pintura artística em homenagem à Amazônia

Muro externo do Mangal ganha pintura artística em homenagem à Amazônia

O Parque Zoobotânico Mangal das Garças, importante ponto turístico da capital, recebeu uma série de pinturas em homenagem à Amazônia. A obra é  de autoria da artista plástica paraense Letícia Nunes, mais conhecida como Lenu, e faz parte do projeto “Arte Em Cores”, realizado pela Vivas Cultura e Esporte, pelo Ministério da Cultura e Governo Federal, com o patrocínio Instituto Cultural Vale e da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
A artista plástica Lenu foi a autora da intervenção artística no muro do Mangal
O embelezamento do muro externo do Mangal e a valorização da arte local estão inseridos no contexto dos preparativos dos equipamentos de visitação, da capital paraense, frente à realização da 30ª Edição da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2025 (COP 30), no ano de 2025.
As ilustrações feitas nos 212 metros quadrados do muro externo do Mangal das Garças, a altura da curva de acesso ao Portal da Amazônia, retratam com muitas cores e representatividade a região amazônica, em especial a mulher que vive na Amazônia. Entregue no último sábado, 16, a intervenção artística é mais um atrativo ao público no Parque naturalístico, além de fomentar o reconhecimento do trabalho de uma artista plástica da região. Lenu – Letícia Nunes trabalha com murais de tamanhos variados, em áreas externas e internas, com técnica mista e graffiti, realiza pintura em painéis, telas, madeiras, quadros, gravuras e esculturas. Trabalha com ilustrações, digitais ou manuais, para estamparias, produtos, livros, peças publicitárias, projeções e videomapping. Personalização de objetos e móveis. Pinturas faciais e corporais para eventos e performances. Participa de exposições coletivas, independentes ou institucionais, e mostras de arte. Possui diversos trabalhos em muros da capital paraense e já participou de várias exposições e projetos.
“Sempre que eu passava por esse perímetro ficava sonhando em um dia poder pintar esse muro, e é uma grande alegria poder realizar esse trabalho”, afirmou a artista plástica paraense Letícia Nunes, a Lenu. Ela frisou que, “foram dias de muito esforço e dedicação para entregar ao público algo que representasse a importância da preservação da Amazônia para sobrevivência, além de mostrar que a nossa cultura vem diretamente dessa relação entre sociedade e o meio em que vivemos. Também prestei homenagem a Tuíra Kayapó, uma líder e guerreira kayapó, ativista dos direitos indígenas e do meio ambiente, por meio da qual represento a força de todas as mulheres que vivem na Amazônia”.
Arte em Cores – O projeto Artes em Cores tem como objetivo transformar muros em telas artísticas e transformar ambientes urbanos. Além de Lenu, o projeto selecionou outros 20 artistas para a execução de murais e intervenções na paisagem de 16 cidades paraenses, por meio de técnicas como o grafite, stencil, pintura, colagem, entre outras. Todas as obras, incluindo a pintura feita no muro do Mangal das Garças, irão compor a galeria virtual do projeto, e poderão ser vistas pelo mundo todo via internet.
“Ficamos muito felizes em receber esse trabalho tão rico e representativo nos muros do nosso Parque. Essa parceria com a Lenu e o Ministério da Cultura é de grande valia, o resultado ficou realmente incrível e a artista está de parabéns. A expectativa é que seja uma inspiração para os visitantes, transeuntes e para o mundo todo que terá acesso a exposição virtual, sobre a força da mulher da amazônia. Também destaco o fato de mostrar a todos que temos grandes e talentosos artistas plásticos em nossa região”, declara Ruan Rocha, diretor-presidente da Organização Social Pará 2000, que administra o Mangal das Garças. Texto de Beatriz Santos / Ascom OS Pará 2000

Deixe um comentário