No momento você está vendo Estação das Docas, Mangal e Parque do Utinga estão prontos para receber turistas

Estação das Docas, Mangal e Parque do Utinga estão prontos para receber turistas

Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

Pessoas do mundo todo devem desembarcar na capital paraense nos próximos dias para participar do evento “Diálogos Amazônicos” – iniciativas da sociedade civil destinadas a fomentar novas estratégias para a região. O “Diálogos” integra a programação da Cúpula da Amazônia, que irá ocorrer nos dias 8 e 9 de agosto, também em Belém do Pará. Para receber esse público, os complexos turísticos Estação das Docas, Mangal das Garças e Parque Estadual do Utinga receberam melhorias, como novas sinalizações em três idiomas.

Em uma ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e da Organização Social Pará 2000, que administra os complexos turísticos, os locais agora possuem toda a comunicação visual trilíngue. Os espaços também receberam manutenções diversas como limpeza, pintura e outros.

A ação agrega valor ao trabalho já desenvolvido nos pontos turísticos em se tratando de receptivo, os quais contam, também, com atendimento por monitores bilíngues. Juntos, Estação das Docas, Parque Zoobotânico Mangal das Garças e Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna recebem mais de meio milhão de visitantes ao mês, entre brasileiros e estrangeiros. Os locais representam uma verdadeira amostra de tudo o que há na região amazônica.

Foto: Alex Ribeiro / Ag. Pará

Na Estação das Docas o turista pode vivenciar as belezas naturais da Amazônia, com conforto e segurança, além de experimentar todas as iguarias e pratos que compõem a culinária paraense no mix de restaurantes, lanchonetes e sorveterias. Os 500 metros de orla, do antigo porto de Belém, completam a programação com um belíssimo passeio e vista para a Baía do Guajará. Os Parques Mangal das Garças e Utinga se apresentam como uma oportunidade de estar mais próximo da natureza, já que dispõem de uma rica amostra da fauna e flora amazônicas.

“Esses espaços são de extrema importância  para o desenvolvimento do turismo e para a promoção da Amazônia. O Pará tem inúmeras possibilidades de experiências para serem descobertas. Além do turismo interno, movimentamos milhares de turistas de outros Estados e estrangeiros. Estamos agora preparados com uma comunicação visual trilíngue que proporcionará ao visitante uma melhor experiência nesses locais que são cartões postais do nosso Estado”, declara Ruan Rocha, diretor-presidente da OS Pará 2000.

Confira o funcionamentos de cada um desses complexos:

Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

Estação das Docas –  Segundas, quartas, quintas e domingo, de 10h às 23h; sextas e sábados, de 10h à 00h. Fecha às terças para manutenção. Entrada gratuita.

Parque Estadual do Utinga – Quarta a segunda, das 6h às 17h, e fecha todas as terças para manutenção. Entrada gratuita.

Mangal das Garças – Terça a domingo, das 8h às 18h. Fecha às segundas para manutenção. Entrada gratuita. Programação diária do Mangal:

Alimentação das iguanas no caminho para o farol – 8h30;
Alimentação das tartarugas e peixes no lago – 10h30;
Passeio com a coruja Nairóbi: de terça a sexta-feira, 9h;
Alimentação das garças no Recanto da Curva: 11h, 15h e 17h30;
Soltura das borboletas no borboletário: 10h e 16h (monitorado);
Apresentação das aves no Viveiro das Aningas – 16h30.

Deixe um comentário