No momento você está vendo Presente para a população no aniversário de Belém em 2005, Mangal das Garças completa 19 anos, no próximo dia 12,  com programação gratuita

Presente para a população no aniversário de Belém em 2005, Mangal das Garças completa 19 anos, no próximo dia 12, com programação gratuita

O dia 12 de janeiro, além de marcar no calendário o aniversário de 408 anos de Belém, é também a data em que o Mangal das Garças comemora seus 19 anos em funcionamento e convida o público para celebrar com uma visita totalmente gratuita aos espaços que compõem o Parque. Os visitantes poderão usufruir da reserva José Márcio Ayres (borboletário), do viveiro das aningas, do Memorial Amazônico da Navegação e do Farol de Belém, espaços que normalmente são monitorados e para os quais existe taxa de visitação. O local funciona de 8h às 18h, com entrada franca.

Em seu 19º aniversário, o Mangal também fará uma edição do projeto educação ambiental “Momento EcoZoo”, com a apresentação do Gavião de cauda branca (Geranoetus albicadatus). A programação  é gratuita e terá início às 10h15, no anfiteatro próximo ao borboletário.

Foto: Beatriz Santos/Ascom Os Pará 2000

 

19 anos como referência em turismo e meio ambiente

O Parque Zoobotânico Mangal das Garças foi entregue como um presente à capital no ano de 2005, e segue como um dos mais simbólicos e belos pontos turísticos da capital paraense. A variada biodiversidade do local, onde Aves, quelônios, répteis e borboletas convivem em um recanto natural  de 40 mil m² cercado de lagos, vegetação típica e banhado pelo Rio Guamá, oferece um cenário que encanta conterrêneos e turistas.

Atualmente, 42 espécies de animais convivem na fauna do Mangal das Garças. O espaço é reconhecido nacionalmente pelo trabalho realizado com animais, especialmente em reprodução e reabilitação de aves. O Parque é o primeiro do Brasil a realizar a reprodução assistida do Guará, e, somente em 2023, mais de 40 espécimes desta ave nasceram no Mangal. Além disso, também foram reproduzidos e inseridos na natureza mais de 200 quelônios.

O trabalho realizado no local já repercutiu em diversas permutas com outras instituições brasileiras. No último ano, em pareceria com o Zooparque de Itaituba em São Paulo, o Parque recebeu 2 Flamingos, 2 Cisnes de pescoço preto, e doou outros 12 Guarás. Diariamente cerca de 300 garças visitam o local recebem alimentos, e também cuidados quando necessário.

“Além da reprodução, nós atuamos na recuperação e reabilitação de animais. Em 2023, o parque recebeu cerca de 100 animais com algum tipo de problema, desde físicos como fraturas, deficiências e doenças, à traumas advindos de episódios como maus tratos, contrabando e abandono. Destes, 25 permaneceram no parque por falta de condições de retorno à natureza e os outros receberam atendimento seguido de soltura”, expôs o biólogo Basílio Guerreiro.

O projeto do Parque ambiental é outro componente que também chama atenção de quem visita o Mangal. O espaço faz uma verdadeira representação da Amazônia com áreas de matas de terra firme, de várzea e campos com fauna. Além disso, lagos artificiais imitam as curvas dos igarapés e se assemelham aos rios amazônicos, com a presença de vegetação aquática.

Toda a bela paisagem do Mangal da Garças pode ser observada de cima do Farol de Belém, torre em estrutura metálica de 47 metros de altura com nível de observação em até 27 metros, onde também é possível apreciar o contraste entre o Rio Guamá e o centro histórico de Belém, outra grande experiência a ser vivida no Parque.

“O Parque cresce e a cada dia se consolida como ponto turístico. O Governo do Estado e a Organização Social Pará 2000 investem constantemente na manutenção e melhoria do espaço. Atualmente o espaço do Viveiro das Aningas, assim como o Mirante do Rio, estão fechados para reforma. As aves do Viveiro, podem ser observadas no espaço temporário que foi construído no estacionamento”, conta Ruan Rocha, diretor-presidente da OS Pará 2000, que administra o Mangal das Garças.

O Mangal funciona de terça a domingo, sempre de 8h às 18h. O visitante também pode contemplar a programação fixa que ocorre diariamente no Parque. Confira:

– Alimentação das Iguanas no caminho para o farol – 8h30

– Alimentação das Tartarugas e peixes no lago – 10h30

– Alimentação das garças no Recanto da Curva: 11h e 17h

– Soltura das borboletas no Borboletário: 10h e 16h (monitorado)

“Venham celebrar o Mangal e a cidade de Belém com aquilo que temos de melhor, nossos pontos turísticos e nossa natureza. Convidamos o público para aproveitar esse dia especial com suas famílias no Parque, que é uma amostra da nossa rica fauna e flora amazônica no centro urbano de Belém”, declara Fernanda Scaramuzzini, coordenadora de Marketing, Comunicação e Cultura da OS Pará 2000.

 

Serviço

Programação de aniversário Mangal das Garças

Data: 12 de janeiro de 2024

 

Texto: Beatriz Santos/Ascom OS Pará 2000

Deixe um comentário