No momento você está vendo Parque do Utinga garante opções de lazer ambiental aos belenenses há três décadas

Parque do Utinga garante opções de lazer ambiental aos belenenses há três décadas

Foto: Vinícius Leal / Ascom Ideflor-Bio

Em busca de hábitos de vida mais saudáveis, milhares de pessoas aproveitam os finais de semana para visitar o Parque Estadual do Utinga “Camillo Vianna”, em Belém. Na última quarta-feira (3), o local completou 30 anos, desde que foi elevado à categoria de Unidade de Conservação (UC) de Proteção Integral, e uma intensa programação tem sido realizada para celebrar essa marca.

Dentre elas, apresentações culturais para o público infantil, serviços de saúde, além de uma feira de economia criativa e produtos naturais foram algumas das atividades promovidas neste sábado (6). Até às 14h, mais de 4 mil pessoas já tinham passado pela UC do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), administrada pela Organização Social (OS) Pará 2000.

Um grupo de amigos vindos de Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte não perdeu tempo e aproveitou a manhã ensolarada para se exercitar no Parque. Para Ingrid Queiroz, a UC “é um lugar bom para passear, vir com amigos, família e tem a natureza bem próxima. Além disso, a gente percebe que o espaço é bem cuidado, tem lixeiras nos locais certos, sinalização adequada, opções de bicicletas e acho um ponto bem interessante de Belém”.

Já o servidor do Ideflor-Bio, Edson Barbosa, trouxe seus dois filhos para acompanhar a programação infantil. “O Parque do Utinga é maravilhoso. Gosto muito daqui e quando soube das atividades quis que eles participassem. Acredito que a Educação Ambiental é muito importante, principalmente voltada às crianças, já que são elas que vão levar essas ações adiante”.

Atualmente morando em São Paulo, a paraense Kelly Bragança correu para revisitar o Parque do Utinga. “Conheço esse espaço desde quando começou. Por ser militar, a gente tinha acesso ainda quando sua entrada era limitada e hoje vim matar as saudades. Gosto muito de fazer essa imersão na natureza e acredito que todo mundo deveria fazer o mesmo pelo menos uma vez por semana”, afirmou.

Serviços – No Centro de Acolhimento do Parque, uma ação de saúde conduzida por estudantes de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA), que fazem parte das ligas de clínica médica e infectologia, garantiu ao público aferição de pressão arterial e consultas médicas.

Foto: Vinícius Leal / Ascom Ideflor-Bio

Aluno do 4º período, Jonatas Amaral foi um dos voluntários e afirmou que a iniciativa vai lhe garantir mais aprendizado. “Essa é uma experiência extracurricular que a gente tem, fora da universidade, e que, além de consolidar tudo aquilo que já sabemos, nos dá oportunidade de aprender novos casos clínicos e aperfeiçoar o nosso estudo”, ressaltou.

Dimensões – Com mais 1,3 mil hectares, esta é uma das maiores UCs de Proteção Integral em regiões metropolitanas do Brasil. Criado em 1993, o local é refúgio para diversas espécies da fauna e da flora amazônica, além de abrigar os lagos Bolonha e Água Preta, responsáveis pelo abastecimento de 60% da Região Metropolitana de Belém.

De acordo com o gerente da Região Administrativa de Belém, Ellivelton Carvalho, “durante esse período de comemoração dos 30 anos do Parque do Utinga, fizemos uma programação para atender todos os públicos. Desde as crianças, até os adultos, para que eles conheçam a nossa UC, vejam o quanto ele é bonito e compreendam a importância deste espaço para o meio ambiente e a sua preservação”.

Via Ascom IdeflorBio

Deixe um comentário